Início
Folha Oeste



Por 6 a 5, STF decide que afastamento de parlamentar precisa de aval do Congresso
12/10/2017 10:08:35

A maioria dos ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu nesta quarta-feira (11) que deputados e senadores não podem ser afastados do mandato por meio de medidas cautelares da Corte sem aval do Congresso. A conclusão foi definida com voto decisivo da presidente do STF, Cármen Lúcia. O julgamento foi finalizado em 6 votos a 5. A decisão deverá ser aplicada no caso do senador Aécio Neves (PSDB-MG), que recorreu da medida adotada pela Primeira Turma, na última semana de setembro. Por 3 votos a 2, o colegiado determinou o afastamento dele do mandato e seu recolhimento noturno em casa. No entanto, a decisão não é automática, e ainda não foi definido como será decidida na Corte. Apos cerca de 10 horas de julgamento, os ministros Edson Fachin, Luís Roberto Barroso, Rosa Weber, Luiz Fux e Celso de Mello votaram pela possibilidade de afastamento sem autorização da Câmara dos Deputados ou do Senado. Alexandre de Moraes, Dias Toffoli, Ricardo Lewandowski, Gilmar Mendes, Marco Aurélio e a presidente, Cármen Lúcia, votaram pela necessidade de aval do Legislativo. A Corte julgou nesta tarde uma ação direta de inconstitucionalidade protocolada pelo PP e pelo PSC, que entendem que todas as medidas cautelares diversas da prisão previstas no Código de Processo Penal (CPP) precisam ser referendadas em 24 horas pela Câmara dos Deputados ou pelo Senado quando forem direcionadas a parlamentares. Entre as previsões está o afastamento temporária da função pública. A ação foi protocolada no ano passado, após a decisão da Corte que afastou o ex-deputado Eduardo Cunha (PMDB-RJ) do mandato.



Outras notícias de Brasil
Notebook Style - 2017-12-14 10:02:49
Fabricante da Budweiser encomendou 40 caminhões Tesla Semi - 2017-12-07 17:28:31
- 2017-12-01 15:53:23
Continua intensa busca internacional por submarino argentino perdido - 2017-11-27 17:00:18
- 2017-11-24 09:50:35
Bom dia. Urgente - Horas antes de ser preso, Garotinho celebrou prisão de Picciani: 'Ainda não ter - 2017-11-22 12:16:05
Não se combate o crime com jargão de internet, diz Manuela D’Ávila - 2017-11-21 08:50:34
CUT/Vox Populi: Lula tem 42%, Bolsonaro, 16% - 2017-11-17 16:54:27
Delator do caso Fifa faz novas acusações a empresas de mídia, incluindo a Globo - 2017-11-17 10:27:32
PSDB RACHADO. URGENTE: AÉCIO DESTITUI TASSO - 2017-11-10 08:58:23
Temer recebeu ao menos R$ 2 milhões em propina do grupo Bertin, garante Funaro - 2017-11-02 11:40:57
Lula: estão vendendo o patrimônio do País - 2017-10-27 09:45:07
Latam Brasil terá internet em voos a partir de 2018 - 2017-10-24 17:34:38
Geddel atuou como "líder de organização criminosa" - 2017-10-20 09:59:57
Por 6 a 5, STF decide que afastamento de parlamentar precisa de aval do Congresso - 2017-10-12 10:08:35
Maior ataque a tiros da história dos EUA mata 58 e deixa mais de 500 feridos em Las Vegas - 2017-10-02 16:39:06
Popularidade de Temer tem 3% de aprovação, diz pesquisa CNI/Ibope - 2017-09-29 16:21:21
Chega à Câmara a segunda flecha de Janot contra Temer - 2017-09-22 09:05:21
Forte terremoto atinge o México - 2017-09-20 09:31:55
Nova denúncia é flecha grossa e STF deve autorizar envio à Câmara - 2017-09-15 10:30:13
|>>>>Próxima