Início
Folha Oeste



Continua intensa busca internacional por submarino argentino perdido
27/11/2017 17:00:18

A difícil busca pelo submarino argentino "ARA San Juan", perdido no Atlântico Sul, continua nesta segunda-feira com o rastreamento realizado por uma coalizão internacional em um ambiente "extremo e adverso". "Infelizmente ainda não temos a localização ou detecção do submarino San Juan", informou nesta segunda em Buenos Aires o porta-voz da Armada, Enrique Balbi. A busca do submarino e de seus 44 tripulantes se concentrava em um raio de 36 quilômetros dentro da área geral de rastreamento no Atlântico Sul, a cerca de 450 quilômetros da costa da Patagônia. "Depois de 12 dias de buscas, a situação, o ambiente, não param de ser extremos e adversos", mas "não podemos confirmar nem sermos categóricos até termos mais evidências", acrescentou. "Todos os meios estão mobilizados" para localizá-lo, assegurou Balbi. Detalhou que o navio "Skandi Patagônia" mapeava o fundo do mar com a ajuda de outros cinco barcos de diferentes nacionalidades. As condições meteorológicas eram "regulares" nesta segunda-feira, mas poderiam se complicar com o passar das horas, segundo a Armada. Catorze países participam da operação, mas os que contam com "tecnologia e meios modernos mais adequados são Estados Unidos e Rússia, como um legado do desenvolvimento na Guerra Fria", indicou à AFP o engenheiro naval e especialista em submarinos Horacio Tettamanti. A embarcação foi projetada para não ser notada. "A detecção de um submarino é um processo muito difícil e há muitos fatores que entram no jogo, como o clima", disse Adam Slavinsky, piloto de um avião P-8 da Marinha dos Estados Unidos. A aeronave americana assentou sua base de operações em Puerto Belgrano, a maior unidade da Armada (Marinha de guerra) da Argentina. De lá são coordenadas as missões de busca. Dois aviões americanos, equipados com câmeras e escaneadores, realizam as operações de busca durante as 24 horas do dia com três equipes. Estas aeronaves também lançam boias com sensores para tentar detectar o submarino em profundidade, comprovou um cinegrafista da AFP a bordo da missão. No domingo, um minissubmarino de resgate levado ao país pela Marinha dos Estados Unidos zarpou do porto de Comodoro Rivadavia, a 1.750 quilômetros ao sul de Buenos Aires, a bordo de um navio civil de bandeira norueguesa. A cápsula chegará nesta segunda à área de busca pronta para submergir a até 610 metros de profundidade e se acoplar ao "ARA San Juan", caso seja encontrado, para realizar o eventual resgate. Outro minissubmarino, de origem russa e equipado para escanear o fundo do mar, será levado à área de busca nos próximos dias. Tettamanti considera que após 14 dias não há mais possibilidade de encontrar sobreviventes. A última comunicação do "ARA San Juan" ocorreu na quarta-feira, 15 de novembro, às 13h45 GMT (11h45 de Brasília). Havia tido um problema com as baterias. O motivo do desaparecimento "pode ser uma explosão, um incêndio, ou uma repentina inundação", conjecturou Tettamanti. A Armada considera que os marinheiros ainda podem estar "em condições de sobrevivência extrema".



Outras notícias de Brasil
- 2017-12-15 09:23:21
Notebook Style - 2017-12-14 10:02:49
Fabricante da Budweiser encomendou 40 caminhões Tesla Semi - 2017-12-07 17:28:31
- 2017-12-01 15:53:23
Continua intensa busca internacional por submarino argentino perdido - 2017-11-27 17:00:18
- 2017-11-24 09:50:35
Bom dia. Urgente - Horas antes de ser preso, Garotinho celebrou prisão de Picciani: 'Ainda não ter - 2017-11-22 12:16:05
Não se combate o crime com jargão de internet, diz Manuela D’Ávila - 2017-11-21 08:50:34
CUT/Vox Populi: Lula tem 42%, Bolsonaro, 16% - 2017-11-17 16:54:27
Delator do caso Fifa faz novas acusações a empresas de mídia, incluindo a Globo - 2017-11-17 10:27:32
PSDB RACHADO. URGENTE: AÉCIO DESTITUI TASSO - 2017-11-10 08:58:23
Temer recebeu ao menos R$ 2 milhões em propina do grupo Bertin, garante Funaro - 2017-11-02 11:40:57
Lula: estão vendendo o patrimônio do País - 2017-10-27 09:45:07
Latam Brasil terá internet em voos a partir de 2018 - 2017-10-24 17:34:38
Geddel atuou como "líder de organização criminosa" - 2017-10-20 09:59:57
Por 6 a 5, STF decide que afastamento de parlamentar precisa de aval do Congresso - 2017-10-12 10:08:35
Maior ataque a tiros da história dos EUA mata 58 e deixa mais de 500 feridos em Las Vegas - 2017-10-02 16:39:06
Popularidade de Temer tem 3% de aprovação, diz pesquisa CNI/Ibope - 2017-09-29 16:21:21
Chega à Câmara a segunda flecha de Janot contra Temer - 2017-09-22 09:05:21
Forte terremoto atinge o México - 2017-09-20 09:31:55
|>>>>Próxima