Início
Folha Oeste





União Europeia embarga 20 frigoríficos de frango do Brasil


19/04/2018

A União Europeia (UE) anunciou nesta quinta-feira (18) que vai descredenciar 20 plantas exportadoras da lista de empresas brasileiras autorizadas a vender carne de frango e outros produtos para os países que compõem o bloco econômico formado por 28 países.
A informação foi confirmada pela Agência EFE.
Ao todo, unidades de nove empresas serão afetadas, de acordo com a Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA).
A medida foi tomada depois da detecção de deficiências no sistema de controle do Brasil sobre esses frigoríficos.
A restrição será aplicada 15 dias depois da publicação no Diário Oficial da UE, o que ainda não ocorreu.
Ao tomar conhecimento da decisão, o ministro da Agricultura, Blairo Maggi, que cumpre agenda em Campo Mourão (PR), afirmou que o governo federal vai abrir painel na Organização Mundial do Comércio (OMC) para recorrer da medida.
“Nossa reclamação é que a Comunidade Europeia diz que é uma questão de saúde, mas se o Brasil pagar uma tarifa de 1.
024 euros por tonelada e mandar tudo como carne in natura, entra sem nenhum problema.
Então não é uma questão de saúde.
E é isso que nós vamos reclamar na OMC”, explicou, segundo nota do Ministério da Agricultura.
O painel na OMC, de acordo com o ministro, servirá para dirimir o protecionismo de mercado pelo bloco europeu.
“Estamos sendo penalizados.
Há uma proteção de mercado que a gente não quer mais aceitar.
Vamos brigar pelo espaço conforme o mercado mundial preconiza, que deve ser livre entre os países.
” O impacto da medida é considerável.
De acordo com informações da ABPA, também confirmadas por Blairo Maggi, as unidades afetadas pelo embargo respondem por cerca de 30% a 35% da produção de frangos exportada para a União Europeia.
A associação, que reúne as principais empresas produtoras de proteína animal do país, divulgou nota em que considera a decisão tomada pelos estados europeus como “infundada” e uma “medida protecionista que não se ampara em riscos sanitários ou de saúde pública”.
“A decisão tomada hoje pela Comunidade Europeia é desproporcional e inconsistente diante das regras estabelecidas pelo Acordo de Medidas Sanitárias e Fitossanitárias da Organização Mundial do Comércio (OMC)”, diz um trecho da nota da ABPA.
O Brasil é o segundo maior produtor de carne de frango do planeta, perdendo apenas para os Estados Unidos, mas ocupa a primeira posição entre os maiores exportadores do produto, com mais de 4,3 milhões de toneladas embarcadas e receitas anuais de US$ 7,2 bilhões, segundo a ABPA.
A União Europeia é responsável por 7,3% do frango vendido pelo país ao exterior, em toneladas, e corresponde a uma receita total de US$ 775 milhões (11% do total), segundo dados de 2017.


Outras notícias de Brasil


Avaliação ruim ou péssima do govern... - 28/06/2018
Lula é o mais preparado para acelerar... - 22/06/2018
Assédio de brasileiros na Rússia pro... - 20/06/2018
BC pode aumentar intervenção para co... - 07/06/2018
Indústria decepciona, e analistas rev... - 03/05/2018
STF aprova fim do foro privilegiado pa... - 03/05/2018
STF decide nesta semana sobre fim do f... - 30/04/2018
Bradesco registra lucro líquido recor... - 26/04/2018
MP da Reforma Trabalhista perde valida... - 23/04/2018
União Europeia embarga 20 frigorífic... - 19/04/2018
MARCO AURÉLIO MANDA AÇÃO SOBRE 2ª ... - 19/04/2018
Aécio Neves vira réu no STF por corr... - 17/04/2018
Aécio Neves vira réu no Supremo por ... - 17/04/2018
Brasil... - 17/04/2018
... - 13/04/2018
Ford faz recall do EcoSport por proble... - 12/04/2018
PT vai reafirmar candidatura de Lula m... - 10/04/2018
... - 10/04/2018
Corinthians supera falta de centroavan... - 09/04/2018
Lula decide não ir para Curitiba... - 06/04/2018
|>>>>Próxima