Início
Folha Oeste





Conta luz fica 15% mais cara em São Paulo


04/07/2018

A partir de hoje (04), mais de 7 milhões de clientes atendidos pela Eletropaulo na região metropolitana de São Paulo, sofrerão um reajuste médio de 15,84% na conta de luz.
Os clientes residenciais terão um acréscimo de 15,8%, enquanto os consumidores conectados à alta tensão, como as indústrias, terão alta de 17,67%.
De acordo com Romeu Rufino, diretor geral da Aneel (Agência Nacional de Energia Elétrica) o reajuste reflete um aumento nos custos com a compra de energia.
Para garantir que o consumo de energia não afete o orçamento de forma significativa, uma boa opção é trocar as lâmpadas convencionais (halógenas ou fluorescentes) por modelos LED, considerados mais eficientes e econômicos.
Com a troca, a redução no valor da conta de luz pode chegar até 7%.
Com o conceito "luz muda tudo", a Brilia, pioneira no desenvolvimento e distribuição de produtos de iluminação LED no Brasil e certificada como uma Empresa B, um seleto grupo de empresas que se preocupam com a sustentabilidade, assim como o bem da sociedade e do planeta, oferece uma ampla linha de produtos que atendem às necessidades de quem deseja intensificar o uso consciente da energia elétrica e diminuir o impacto dos acréscimos na conta de luz.
Confira algumas sugestões de produtos e troque as lâmpadas antes que o aumento na conta de luz comece a doer no bolso.
Bulbo: As lâmpadas Bulbo LED se encaixam em qualquer necessidade residencial e ajudam a economizar ao mesmo tempo em que iluminam com qualidade todos os cômodos.
Sua troca é extremamente simples e pode ser feita por qualquer pessoa.
Além disso, sua vida útil longa permite que a troca demore a ser feita, diminuindo a preocupação com manutenção.
Em comparação com as tradicionais lâmpadas bulbo incandescentes, a opção em LED oferece redução de até 86% no consumo de energia.
A Brilia tem opções de 4,8W, 7W, 9W, 12W e 15W e até um modelo dimerizável.
Tubular: Este modelo é ideal para espaços comerciais, como indústrias e escritórios.
Com design facilmente adaptável aos diferentes tipos de ambientes, as lâmpadas tubulares podem ser aplicadas em sancas, luminárias troffer de embutir e sobrepor, plafon modulares ou luminárias lineares.
A Brilia oferece duas opções de tamanho: 60cm e 120cm e três opções de temperatura de cor: fria, neutra e quente.
A redução no consumo pode chegar até 50%.
PAR: Disponíveis nos modelos PAR20, PAR20 Verde, PAR30 e 38 este modelo é recomendado para substituir as antigas lâmpadas halógenas.
Entregam um efeito luminoso de destaque contribuindo com a decoração de qualquer ambiente e podem gerar uma economia de energia de até 88%.
Dicroica: Outro modelo que entrega um efeito decorativo por conta da sua iluminação de destaque é a dicroica.
No portfólio da Brilia, essa lâmpada está disponível em temperatura de cor fria, neutra e quente permitindo dimerização e pode reduzir o consumo de energia em até 85%.
Informações sobre onde comprar, acesse o site ou mande e-mail para sac@brilia.
com


Outras notícias de Saopaulo


Conta luz fica 15% mais cara em São P... - 04/07/2018
Inscrição para o Vestibular das Fate... - 08/05/2018
Fatecs divulgam resultado de isenção... - 07/05/2018
Polícia chinesa prende fugitivo escon... - 12/04/2018
Ex-diretor da Dersa na gestão PSDB, e... - 06/04/2018
Abril começa com tempo nublado e prev... - 02/04/2018
Paulo Preto operador do PSDB é denunc... - 22/03/2018
Robô consegue abrir portas sozinho me... - 23/02/2018
Acadêmicos do Tatuapé fatura o bicam... - 14/02/2018
Festival “Vozes no Parque” comemor... - 24/01/2018
YouTube vai transmitir julgamento do e... - 19/01/2018
NASA escolhe finalistas para missão e... - 22/12/2017
App para cegos da Microsoft já é cap... - 14/12/2017
São Paulo... - 08/12/2017
Faturamento do e-commerce na Black Fri... - 27/11/2017
Caminhão elétrico Tesla Semi é ofic... - 17/11/2017
Caravanas de Lula: a força das mídia... - 02/11/2017
Vídeo mostra como o Autopilot do Tesl... - 27/10/2017
Google cogita incluir bloqueador de mi... - 20/10/2017
Polícia busca drogas na casa de filho... - 12/10/2017
|>>>>Próxima