Folha Oeste




Confira as principais mudanças na reforma da Previdência aprovadas na comissão especial

05/07/2019

Em sessão que invadiu a madrugada desta sexta-feira (5), a comissão especial da reforma da Previdência na Câmara dos Deputados concluiu a aprovação do novo texto da proposta de emenda à Constituição (PEC), abrindo caminho para a análise da matéria no plenário da Casa já na próxima semana. O texto-base passou pelo crivo dos parlamentares durante a tarde. A apreciação de 17 destaques ao documento prolongaram os trabalhos no colegiado. Na madrugada desta sexta, o processo chegou ao fim com a aprovação de apenas duas alterações. Um dos destaques aprovados retira policiais militares e bombeiros das regras de transferência para inatividade e pensão por morte dos militares das Forças Armadas. A medida vale até que lei complementar local fixe regras para essas corporações. Outra alteração aprovada excluiu a limitação para renegociação de dívidas junto ao Estado em até 60 meses e a cobrança de contribuições previdenciárias sobre a exportação do agronegócio. Texto do governo A proposta da equipe econômica de Jair Bolsonaro previa a criação de um gatilho que aumentava a idade mínima de aposentadoria em caso de elevação da expectativa de sobrevida da população. O texto original estipulava que, a cada quatro anos, a idade mínima de aposentadoria seria elevada em 75% em relação ao aumento apurado na expectativa de sobrevida do brasileiro aos 65 anos. Seguindo essa previsão, para cada quatro meses de elevação na expectativa, três meses seriam adicionados à idade mínima proposta pelo governo, de 62 anos, se for mulher, e 65 anos, se for homem. Texto aprovado na comissão O relator e a comissão rejeitaram esse gatilho, congelando a idade mínima de 65 anos para homens e 62 anos para mulher para trabalhadores do setor privado e servidores federais. Regras de transição Texto do governo: O Executivo nacional sugeriu três modelos para a transição: um por pontos – soma entre idade e tempo de contribuição –, um só com a idade e outro para aliviar para quem está perto de se aposentar. Texto aprovado na comissão O texto aprovado cria regra de transição para todos os atuais segurados dos setores público e privado. O relatório prevê pedágio de 100% do tempo de contribuição que faltar, mais idade mínima (60 para homem e 57 para mulher) e tempo de contribuição (pelo menos 35 e 30, respectivamente). Trabalhador rural Texto do governo: A proposta de Bolsonaro aumentava de 55 anos para 60 anos a idade mínima de aposentadoria rural para mulheres, mantendo a mesma faixa previstas para homens. O tempo de contribuição foi fixado em 20 anos para ambos — cinco anos a mais do que as regras atuais. Texto aprovado na comissão A comissão manteve as regras em vigor atualmente: 55 anos para mulheres e 60 anos para homens. Garimpeiros e pescadores artesanais são incluídos nesse regime. O tempo de contribuição aumenta apenas por homens (20 anos). Para as mulheres, a régua segue em 15 anos. Aposentadoria de professores Texto do governo: Governo estipulava idade mínima de 60 anos para homens e mulheres, com 30 anos de contribuição. Texto aprovado na comissão: Professoras poderão se aposentar com 57 anos de idade e 25 de contribuição. Professores, com 60 de idade e 30 de contribuição. Aposentadoria de policiais Texto do governo: Policiais federais, rodoviários federais, legislativos e agentes penitenciários federais, entre outros, se aposentariam aos 55 anos de idade, com contribuição de 25 anos (mulheres) e 30 anos (homens). Texto aprovado na comissão: Comissão manteve a proposta original do governo. Capitalização Texto do governo A proposta original criava um regime de capitalização. O texto previa modelo no qual o valor da aposentadoria depende da poupança do trabalhador. Texto aprovado na comissão: Esse modelo foi retirado do texto. Efeito cascata para Estados e municípios Texto do governo O governo estipulava que a proposta valeria automaticamente para servidores dos Estados e dos municípios. Texto aprovado na comissão Retirou a automaticidade. Com isso, os Legislativos locais terão de aprovar as regras para Estados e municípios.

Brasileiro é condenado à prisão perp...

O brasileiro Ricardo Godinho, de 41 anos, foi condenado à prisão perpétua no Reino Unido por ter matado a ex-companhe...

19/07/2019 - brasil

Novos vazamentos citam jantar de ministr...

O jornalista Reinaldo Azevedo divulgou, nesta terça-feira 16, em seu programa na rádio BandNews, novos diálogos entre...

17/07/2019 - brasil

Deputados mantêm pedágio de 100% e ana...

O Plenário da Câmara dos Deputados rejeitou destaque apresentado pelo PDT para tentar eliminar o pedágio proposto em ...

12/07/2019 - brasil

Barragem se rompe em Pedro Alexandre, na...

Uma barragem se rompeu no povoado de Quati, que fica em Pedro Alexandre, localizada a cerca de 435 km de Salvador, na ma...

11/07/2019 - brasil

Confira as principais mudanças na refor...

Em sessão que invadiu a madrugada desta sexta-feira (5), a comissão especial da reforma da Previdência na Câmara dos...

05/07/2019 - brasil

União Europeia e Mercosul fecham acordo...

A União Europeia e o Mercosul fecharam o acordo comercial que começou a ser negociado em 1999. O anúncio oficial deve...

28/06/2019 - brasil

Cresce avaliação negativa do governo. ...

Pesquisa Ibope divulgada na tarde desta quinta-feira (27) mostra crescimento da avaliação negativa do governo e maior...

27/06/2019 - brasil

Militar de voo presidencial é preso com...

Um militar da Aeronáutica foi preso na terça-feira (25), por porte de drogas em uma aeronave militar no aeroporto da ...

26/06/2019 - brasil

Em embate com governo, Centrão quer adi...

Líderes dos partidos do Centrão estudam pedir vistas e atrasar a votação da proposta de reforma da Previdência, cas...

25/06/2019 - brasil

Bolsonaro decide revogar decreto que fac...

O presidente Jair Bolsonaro revogou dois decretos assinados em maio que facilitaram o porte de armas de fogo. No lugar, ...

25/06/2019 - brasil

STF permite criminalização da homofobi...

O Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu nesta quinta-feira (13), por 8 votos a 3, permitir a criminalização da homofo...

14/06/2019 - brasil

Relator derruba capitalização na PEC d...

O deputado Samuel Moreira (PSDB-SP), relator da reforma da Previdência na comissão especial da Câmara dos Deputados, ...

14/06/2019 - brasil

Sexta Turma do STJ decide libertar ex-pr...

Por unanimidade, a Sexta Turma do Superior Tribunal de Justiça (STJ) decidiu liminarmente (provisoriamente) conceder ha...

14/05/2019 - brasil

Militares do Exército que fuzilaram car...

Reportagem do portal G1 nesta segunda-feira (8) informa que o delegado Leonardo Salgado, da Delegacia de Homicídios do ...

08/04/2019 - brasil

Datafolha: Bolsonaro tem pior avaliaçã...

O presidente Jair Bolsonaro (PSL) tem a pior avaliação de um presidente eleito após os três primeiros meses de manda...

08/04/2019 - brasil

Temer vira réu na Lava-Jato por desvios...

O juiz Marcelo Bretas, da 7ª Vara Federal Criminal, aceitou, nesta terça-feira (2), duas denúncias contra o ex-presid...

02/04/2019 - brasil

As mentiras espalhadas por Bolsonaro que...

Os primeiros meses do governo Bolsonaro renderam uma série de polêmicas e recuos. E mais que isso. Em quase 100 dias d...

02/04/2019 - brasil

PGR: STJ DEVE AVISAR DEFESA DE LULA QUAN...

A Procuradoria-Geral da República enviou nesta terça-feira (2) uma manifestação dando parecer favorável ao pedido d...

02/04/2019 - brasil

Desembargador determina a soltura de Tem...

O desembargador Antonio Ivan Athié, do Tribunal Regional Federal da 2ª Região, determinou que o ex-presidente Michel ...

25/03/2019 - brasil

Space X testa escudos térmicos para imp...

Depois de obter sucesso com a cápsula Crew Dragon para a Estação Espacial Internacional (ISS), Elon Musk parece ter m...

19/03/2019 - brasil

>

Av. Cesar Abraão, 157 | Osasco - 3682-5820 | jornalfolhaoeste@gmail.com